nostraitalia-logo

Forza creatriva e innovatrice

Foto01-ManifestoO Manifesto “Nostra Italia” leva origem no coração de Nicola Crepaldi, veneziano, nascido em 1969, por muito tempo professionalmente no mundo do turismo. Desde criança, morando na Veneza mágica e cintilante e desfrutando um pouco de frutas maravilhosas do um milagre italiano” famoso”, Nicola Crepaldi desenvolve uma atração quase inata para a beleza, a liberdade, a criatividade tão típico daquela época. Embalado pelas notas de Adriano Celentano, Franco Battiato, Lucio Dalla, Domenico Modugno e Giacomo Puccini, animaram pelas imagens de Alberto Sordi, Vittorio De Sica, Vittorio Gassman e de Sofia Loren, inevitavelmente sua corrida de fluxos de crescimento em o que contém em si mesmo charme, autonomia e descoberta: a viagem. A viagem como crescimento interno como riqueza da qual desfrutar para a vida inteira, é o que o / isto dirige na corrida que ele o / isto vê se torne o gerente técnico e presidente de operador de excursão e o organizador experiente de viagens de grupo, com um fundo sólido no turismo cultural e religioso. Nicola Crepaldi, perito fundo de Itália com seus imensos brilhos mas também com suas potencialidades não expressadas, inovando o empresário e homem de comercializar, fixa as bases e desenvolve o projeto que quer pertencer ao “renascimento” de nosso País: “Nostra Italia”

Foto02-ManifestoAderir imediatamente de para o projeto “Nostra Italia” é Mario Tozzi, romano, nascido em 1959, bacharel em maturidade clássica e se forma em Ciências Geologiche com 110/110 e elogio. Atualmente é o 1° investigador à National Research Council (Instituto de Geologia Ambiental e Geo-engenharia) e o se trata da evolução geológica do centro oriental mediterrâneo, enquanto estudando as deformações das pedras para reconstruir sua história no passado mais distante. É o autor de mais de 50 publicações científicas no italiano e revistas internacionais, de mais de 50 congressos comunicações nacionais e internacionais, de geologiche de guias e de dispensações para os cursos universitários. De 2006 para 2011 ele foi o Presidente do Parque nacional de pessoa jurídica do arquipélago toscano. Pertence à Sugestão Científica do WWF. Ele administrou na televisão de estações de radiodifusão programas diferentes italianos: atualmente “Atlantide” (La7); “La Gaia Scienza” (La7 – 2009-2010); “Terzo Pianeta” (RaiTre – 2007-2008) ; “Gaia – il pianeta che vive” (RaiTre – 2000-2007); “King-Kong” (RaiTre – 1999-2000); além de 10 documentários de 30′ “La Via Francigena” para Rai Giubileo-RaiTre. Ele administrou além para Rai International uma série de 120 documentários de 15′ da série “Che bella l’Italia” e (cidade dá e cidades italianas) 8 documentários de 45′ de algumas grandes cidades italianas. Ele administrou além de “G come Geologia”, documentário de 30′ para a Trentino-parada de Região Adige e outros 10′ “Frammenti di Terra” de Itália que parte de objetos diários para alcançar geologiche de explicações e naturalista. Atualmente ele escreve em La Stampa em Turin, em Feira De vaidade, em Natura e na revista do Coop Consumatori. Ele colaborou com Nacional Geográfico (2000 -2011), Newton, Oasis. Como popularizador científico desenvolveu projetos diferentes na comunicação de temas ambientais de forte e freqüentemente realidade dramática, o que a economia enérgica, a reciclagem das recusas, a economia de água e a situação ecológica do planeta que é traduzido dentro como muitas conferências de fase de impacto espetacular forte. Segura conferências e seminários na Itália.