PIETRO MASCAGNIPietro Antonio Stefano Mascagni nasceu 07 de dezembro de 1863, em Livorno. Seu pai Domenico Mascagni é o proprietário de uma padaria, enquanto sua mãe cuida da família. Peter tem quatro irmãos e agora mostra o mais inteligente e interessado no estudo e por que, apesar das dificuldades econômicas, iniciar as humanidades.
A paixão pela música é imposta em uma idade jovem e Peter associa a escola estúdio com a aprendizagem de música, especialmente cantando e piano, aprendendo a Schola Cantorum da Igreja de San Benedetto. Aos treze anos, Mascagni iniciou seus estudos musicais sob a supervisão do maestro mais regulares Alfredo Soffredini, diretor-fundador do Instituto de Música, em Livorno.
Em 1880, aos dezessete anos compôs suas primeiras sinfonias, entre as mais importantes: “Sinfonia em Fá Maior”, “Elegy for soprano, violino e piano”, “Ave Maria para soprano e piano”, “Pater Noster para soprano e quinteto string “. No ano seguinte, ele se apresentou no Livorno sua cantata “Na fiação com quatro vozes solistas e orquestra completa.” Durante o mesmo ano, ele escreveu a cantata “To Joy” sobre o texto de Schiller traduzido por Andrea Maffei.
Em 1882 mudou-se para Milão com a ajuda de Contagem econômico Larderei, seu segundo patrono (o primeiro foi o tio morreu um ano antes). Em Milão, Pietro Mascagni vai para o conservatório e aperta amizades com o mundo artístico do período; entre essas reuniões que se destaca com Giacomo Puccini, Amilcare Ponchielli, e Vittorio Gianfranceschi, que se tornou seu amigo mais próximo. Nos três anos que se seguiram até o romance para tenor e orquestra, “O Rei de Nápoles”, com palavras por Andrea Maffei e passou a se dedicar à ópera “William Ratcliff” por Heine.
Deixe o conservatório em polêmica com o gerente e ele dedicou-se a uma série de passeios em toda a Itália como um condutor de várias companhias de ópera. Em 1886 Argenide Marcellina Carbognani sabe onde ele tem um filho que morreu apenas quatro meses de idade; casar-se um ano depois. A cidade de Cerignola se oferece para dirigir a Orquestra Filarmônica da cidade. Em 1888, ele participou de um concurso organizado pela editora Sonzogno para a ópera em um ato. O argumento com o qual você decidir participar de “A cavalaria Rusticana” ópera é o romance homônimo de Verga “, composto em conjunto com o libretista Giovanni Targioni-Tozzetti e Guido Menasci.
No ano seguinte, o primeiro filho, Dominic. Em 1890, “Cavalleria Rusticana” é proclamado vencedor da competição em 17 de maio e 73 participantes estreou no Teatro Costanzi, em Roma, onde obteve um grande sucesso com o público ea crítica. Desde aquela época, onde quer que seja representado desenha uma platéia entusiasmada.
No ano seguinte, foi palco de mais ópera no Teatro Costanzi, em Roma, “L’amico Fritz”. Em 1891, nasceu o segundo filho Edward em 1892 e sua filha Emilia. Em 1895, encenou no La Scala em Heine “Retcliff”, dirigido por Mascagni. Em 1897 ele começou a trabalhar com Illica com quem trabalhou em “Iris” pela editora Sonzogno e “Máscaras” pela Ricordi. No ano seguinte, dirigiu seis concertos na escala incluindo a “Patética”, de Pyotr Ilyich Tchaikovsky, até então nunca foram realizados na Itália, eo poema sinfônico de “Giacomo Leopardi”, composta para as celebrações do centenário do nascimento do poeta Recanati.
De 1.899-1.903 Mascagni está engajado em alguma turnê que o levou a dirigir nas cidades italianas mais importantes, Europa e América. Diretor de volta à Itália, foi nomeado da Escola Nacional de Música, em Roma afirmam que juntamente com o do diretor do Teatro Costanzi, em Roma, que ocupa desde 1907 continuam em turnê no exterior. Em 1927, ele representou a Itália em Viena, para a celebração do centenário da morte de Ludwig Van Beethoven. Em 1929, ele foi incluído entre os acadêmicos da Academia Real da Itália. Em 1935, encenou no La Scala, sua última ópera Nerone. Em 1940, a ópera “Cavalleria Rusticana” tem 50 anos e está gravado no disco. Em 1944, ele renunciou ao cargo de diretor artístico do Teatro Costanzi.
Pietro Mascagni faleceu em 2 de agosto de 1945, com a idade de 82 anos, em seu quarto de hotel Plaza Hotel, em Roma, onde residia desde 1927.